terça-feira, 18 de abril de 2017

JOÃO APOLINARIO FRANCENER: falecimento do Expedicionário


A segunda-feira começou o dia com o comunicado da família Francener, que anunciava, que o Expedicionário, JOÃO APOLINARIO FRANCENER, internado num hospital de Blumenau veio a falecer, após vários dias de internação para recuperação. 
A seguir junto os fragmentos de vários comunicados divulgados pela Rádio Jaraguá Am, e site da Prefeitura de Jaraguá do Sul, sobre o herói nacional da II Guerra Mundial:

Tombou o último herói da II Guerra Mundial de Massaranduba (SC), cujo óbito foi às 02h15 do dia 17/04/17 (segunda-feira), o Sr. JOÃO APOLINARIO FRANCENER - morador de Massarandubinha, agricultor, músico amador dos instrumentos dos foles, acordeon e bandoneon, grifo meu - com idade de 95 anos, deixando enlutados: a esposa, 02 filhos, 06 filhas, genros, noras, netos, bisnetos e demais parentes e amigos. O sepultamento será realizado dia 18/04 às 10hs (terça-feira), saindo o féretro do Salão da Igreja Nossa Senhora da Gloria(1), seguindo após para o cemitério da mesma comunidade católica.
Veja o acesso à Massarandubinha: Segue-se pela BR.415(São João do Itaperiú), e encontra-se a meio caminho dessa BR uma placa verde com a inscrição Massarandubinha. Segue-se por essa estrada asfaltada até o centro da Vila e ali próximo fica a igreja. Informações: Ademir Pfiffer, Ivo Kretzer e Rádio Jaraguá An.











De acordo com o secretário-executivo da Anvfeb, Ivo Kretzer, por coincidência, em 16 de abril de 1945, Francener foi ferido por estilhaços de granada na batalha de Montese. Com o falecimento de Francener, restam dois pracinhas da Segunda Guerra vivos na região: Walter Carlos Hertel e João Rodolfo Hauck. Informações dão conta de que foram 101 os homens da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali), dos quais 56 moradores de Jaraguá do Sul, os enviados para campos de batalha do conflito . Fonte: Rádio Jaraguá Am.

(1) Comunidade associativista e católica fundada em 1929 pelos colonizadores alemães do segmento hunsrük, egressos de São  Pedro de Alcântara (SC) e entorno.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Evento:Tomada da Monte Castello em Corupá



Publicado em 22 de fev de 2017
O evento tomada da Monte Castello em Corupá (SC), no dia 18 de fevereiro aconteceu em parceria entre a Associação dos Veteranos da Força Expedicionária e o Setor de Cultura daquele município.
O Senhor Ivo Kretzer, conjuntamente, com Roseli Siewert organizaram o evento às margens do rio Itapocu, no centro, no Monumento da Feb, construído na gestão do prefeito Ernesto Felipe Blunk, em 1989.
Dessa forma, o dia 21 de fevereiro do ano de de 1945, um marco para a Feb, que atuou nos campos de batalha da Itália, não passou em branco, pois foi permeado de homenagem e reflexões alusivas ao fato histórico.
Veja e ouça a narrativa da explanação do Senhor Ivo Kretzer, secretario da Anvfeb, secção de Jaraguá do Sul.
Gavação, na Divisão do Patrimônio, Fundação Cultural.
Ademir Pfiffer - Historiador

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Prefeito João Gottardi de Corupá compareceu ao evento da Anvfeb de 2017

O Senhor Ivo Kretzer, representante e secretário da Associação dos Veteranos da Força Expedicionária do Vale do Itapocu lançou nota em sua rede social do Facebook, para enaltecer a Comissão Organizadora do evento comemorativo em 21 de fevereiro, data da tomada de Monte Castello, na Itália. Eis o comentário que teceu:


Da região do Município de Corupá-SC, partiram para a Segunda Guerra Mundial 23 Pracinhas da FEB.
 Sábado, dia 18, foi realizada pela ANVFEB nesse local uma solenidade, lembrando os 72 anos da Batalha de Monte Castello, com presença do Exército Brasileiro e Ex-Oficias da Reserva(AORE). Presente tivemos prestigiando o evento a Professora Carmen Lúcia Rigoni, que expôs um relato daquele combate. O Prefeito Municipal de Corupá e a Sra. Roseli Siewert (Assessora de Cultura) demonstraram o quanto de respeito, dignidade e carinho eles tem pela causa da FEB. A chama da vitória continua acesa!

Para surpresa de todos, após longos anos, o chefe do Executivo, que não comparecia a esse evento, o novo prefeito, João Gottardi esteve na ocasião na solenidade cívica, o que agradou à comunidade pelo gesto de civismo e respeito aos heróis nacionais, os nossos febianos.

Dados para contextualizar as informações pertinentes ao evento:

O município de Corupá contribuiu com 23 homens, destes um tenente da marinha, dois sargentos e 20 soldados. Os participantes registrados no monumento em Corupá foram: Alfredo Adolfo Millnitz, Alvim Borchardt, Alvino Millnitz, Alvino Neitzke, Arthur Scheibel, Bruno Bodenberg, Bruno Scheibel, Egon Carlos Groth, Erwino Sell, Gumercindo da Silva, Hartwig Borchardt, Heinrich Horstmann, João Rodolfo Hauck, José Brito, José Lourenço da Silva, Lino Bertoli, Manoel Dias, Paulo Rathunde, Rodolfo Sabino, Venincio Carlini, Waldemiro Melcherdt, Werner Goedtke e Wladislau Sikorski (1). 

1 - http://noticiascorupa.blogspot.com.br/2016/02/solenidade-comemora-71-anos-da-vitoria.html. Acesado em 19/02/2017.
                                           Fonte: Ivo Kretzer.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Anvfeb 40 Jaraguá - Beti Bertoldi



Publicado em 5 de dez de 2016
Anvfeb 40 anos de Jaraguá do Sul (SC): almoço de encerramento de 2016 dos associados e simpatizantes do movimento de defesa do legado militar e cultural, na sede da Recreativa Duas Rodas, no bairro Vila Nova, rua 25 de Julho.
A Senhora Betinha Bertoldi, tomada de sentimento alturísta e agregador do movimento da Anvfeb Jaraguá e Itapocu, no almoço festivo de encerramento das atividades de 2016, distribuiu um brinde às mulheres participantes.
Ademir Pfiffer - Historiador

Anvfeb 40 anos de Jaraguá do Sul - Ivo Kretzer



Publicado em 4 de dez de 2016
Anvfeb 40 anos de Jaraguá do Sul (SC): almoço de encerramento de 2016 dos associados e simpatizantes do movimento de defesa do legado militar e cultural, na sede da Recreativa Duas Rodas, no bairro Vila Nova, rua 25 de Julho.
Pronunciamento do ilustríssimo Secretario Executivo da entidade associativista, Senhor Ivo Kretzer, no almoço festivo de encerramento das atividades de 2016.
Ademir Pfiffer - Historiador

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

ANVFEB seção Jaraguá do Sul/SC: 37 anos em 2013



Publicado em 30 de nov de 2016
O Museu Histórico Emílio da Silva em 10 de dezembro de 2013, na sala da Ação Educativa foi palco de homenagem e honraria aos simpatizantes, colaboradores e defensores de ações a favor da entidade Associação Nacional do Veteranos da Força Expedicionária Brasileira (Anvfeb), Secção Regional de Jaraguá do Sul e Vale do Itapocu.
As imagens revelam a força da organização da entidade pelo Senhor Ivo Kretzer, secretario da entidade de defesa do Patrimônio da Feb, durante sua atuação na Segunda Guerra Mundial.
Curioso no evento foi a ausência do quadro dirigente da Fundação Cultural do Governo Municipal de Jaraguá do Sul.
Ademir Pfiffer - Historiador

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Jorge e Lydia Schmitt Ersching - um Expedicionário e uma Dona de Casa



Publicado em 24 de mai de 2016
Chegou o momento de cada um seguir viagem sozinho... desta vez partiu Lydia Schmitt Ersching, mas deixou o seu legado familiar, social, religioso e cultural.
A Associação dos Veteranos da Força Expedicionária de Jaraguá do Sul e Vale do Itapocu, Associação dos Amigos do Museus da Paz, associados e simpatizantes da entidade em defesa dos heróis da II Guerra Mundial, Fundação Cultural, compareceram para o velório e sepultamento da esposa de Jorge Ersching (Pracinha da Feb e alfaiate), Senhora Lidia Schmidt Ersching, cujo sepultamento aconteceu hoje (24/04, (terça-feira), na quadra destinada aos febianos do Cemitério Municipal da Vila Lenzi, município de Jaraguá do /Sul/SC.
Aos familiares os cumprimentos fúnebres da família “febiana” de Jaraguá do Sul. O grupo presta a sua homenagem aos familiares ancorados no poema do famoso escritor, Mario Quintana:
INSCRIÇÃO PARA UM PORTÃO DE CEMITÉRIO
Na mesma pedra se encontram,
Conforme o povo traduz,
Quando se nasce - uma estrela,
Quando se morre - uma cruz.
Mas quantos que aqui repousam
Hão de emendar-nos assim:
"Ponham-me a cruz no princípio...
E a luz da estrela no fim!"
AS enhora Regina Célia Calomeno foi a celebrante da reflexões e cantos no sepultamento em um dos lotes perpétuos numerados de 01 a 16, quadra 1, do Cemitério Municipal localizado no bairro Vila Lenzi. Ver tópico
Ademir Pfiffer - Historiador